POR VINGANÇA POLÍTICA, PREFEITO DE SOLEDADE DEMITE CUNHADA DE VÂNIA LEAL


O prefeito de Soledade, Geraldo Moura (PP), deu início à sua represália, nesta terça-feira (16), à vereadora da base governista Vânia Leal (PR) que votou favorável à emenda supressiva do Vereador Leleto (PSDB), onde retirava da redação da Lei que cria o DEMUTRAN o inciso VII do artigo 2º que autorizava o órgão ‘’a aplicar as penalidades de advertência por escrito, autuar e multar por infrações de circulação, estacionamento e parada previstas no Código de Trânsito Brasileiro, notificando os infratores e arrecadando as multas aplicadas’’.
De acordo com informações extraoficiais, Roseli dos Santos, secretária adjunta da secretaria da administração, fazenda e planejamento, e cunhada de Vânia, foi exonerada como forma de retaliação.
A Lei será encaminhada ao prefeito Geraldo Moura que terá até 15 dias para sancionar ou vetar. Se o prefeito vetar por completo ou parcialmente as alterações referendadas pela maioria dos vereadores, o projeto retorna para o Legislativo. A mesma fonte confidenciou que a vereadora, mesmo após as perseguições, manterá-se firme e não cederá aos caprichos do executivo municipal.

''Realmente, Vânia não voltará atrás e não mudará seu voto. Ela sempre foi conhecida como sendo a mãe dos pobres e não seria justo votar num projeto que traria malefícios aos mais carentes'', afirmou a fonte que pediu anonimato.

Postagens mais visitadas deste blog

Prefeito de Soledade baixa decreto proibindo funcionários de usar celular durante o expediente.

FABIANA GOUVEIA, REGINALDO DE BABÁ E MIRANDA FECHAM COM CAIO ROBERTO