SOLEDADE: OPOSIÇÃO IMPÕE DERROTA AO PREFEITO E DEMUTRAN NÃO IRÁ MAIS MULTAR

Base governista se desmobiliza na Câmara e perde queda de braço por insuficiência de votos. 



Na sessão desta segunda-feira (15), os Vereadores de Soledade que fazem oposição a administração do Prefeito Geraldo Moura (PP), mostraram que, apesar de até então serem minoria, tem força absoluta no Poder Legislativo Municipal, e articulados conseguem aprovar projetos que favoreçam a população e barrar aqueles que a prejudiquem.

Através da Emenda Supressiva de nº 001/2017 do vereador Leleto (PSDB), a oposição derrotou o governo e retirou da redação do Projeto de Lei que cria o DEMUTRAN, o inciso VII do artigo 2º que autorizava o órgão ‘’a aplicar as penalidades de advertência por escrito, autuar e multar por infrações de circulação, estacionamento e parada previstas no Código de Trânsito Brasileiro, notificando os infratores e arrecadando as multas aplicadas’’.

A emenda do vereador Leleto modifica o que, em síntese, a oposição denunciava desde o começo e era a menina dos olhos do Prefeito Geraldo Moura e do grupo Gouveia: multas e arrecadação de dinheiro. Com isso, basicamente, o órgão servirá apenas como forma educativa e não mais punitiva, desde que os condutores não estejam perturbando o sossego alheio.


A Lei será encaminhada ao prefeito Geraldo Moura que terá até 15 dias para sancionar ou vetar. Se o prefeito vetar por completo ou parcialmente as alterações referendadas pela maioria dos vereadores, o projeto retorna para o Legislativo.

Votaram favoráveis à emenda, além do autor Leleto, os vereadores Netinho de Joaninha, Janiel de Zé de Julia, Alexandre Gomes e Vânia Leal.

Postagens mais visitadas deste blog

PARÓQUIA DE SANTA ANA DIVULGA PROGRAMAÇÃO DA FESTA DA PADROEIRA

TJPB NOTIFICA MUNICÍPIO DE SOLEDADE PARA REGULARIZAR PAGAMENTO DE PRECATÓRIOS