AÇÃO QUE PEDE A CASSAÇÃO DO PREFEITO DE SOLEDADE TERÁ SUA PRIMEIRA AUDIÊNCIA


Está marcada para acontecer na manhã desta quarta-feira (14), no Fórum de Soledade, a audiência de instrução de um processo que requer a cassação do mandato do prefeito Geraldo Moura (PP) e da vice, Fabiana Gouveia (PMDB).

A ação se sustenta numa denúncia da suplente de vereadora Paula de Burro Branco (PP, mesmo partido do Prefeito) em que acusa Geraldo Moura de ter firmado acordo com a conhecida pessoa de André do Alto, para a compra de votos em bairros carentes de Soledade. Consta da declaração assinada por Paula, de próprio punho, que Geraldo havia pago o valor de R$ 30.000,00 à André. Ainda consta das informações na cidade que há uma interceptação telefônica num processo criminal, que deu origem a operação Narcos, e que servirá como prova.


Segundo a advogada Dra. Hanna Avelino, a audiência de instrução é o último ato da fase instrutória onde se colherão as provas orais, o depoimento pessoal das partes e a inquirição das testemunhas. Após o Ministério Público e as partes apresentarem as alegações finais, o processo estará pronto para julgamento. “Após essa audiência de instrução, ouvidas as testemunhas, os advogados das partes e o Ministério Público têm um prazo para apresentarem as alegações finais. Depois disso o juiz julga” – ressaltou.
A tramitação da AIME (ação de investigação de mandato eletivo) é sigilosa, nos termos do art. 14, § 11, da Constituição Federal. Isso quer dizer que, embora o julgamento seja público, o andamento do processo se dá em segredo de justiça. No entanto, a sentença proferida pelo juiz será de conhecimento público. 

O povo de Soledade não comenta outra coisa, a não ser essa possível cassação de Geraldo, haja vista que a última eleição municipal foi umas das mais disputadas da história do município.

Postagens mais visitadas deste blog

TJPB NOTIFICA MUNICÍPIO DE SOLEDADE PARA REGULARIZAR PAGAMENTO DE PRECATÓRIOS

PARÓQUIA DE SANTA ANA DIVULGA PROGRAMAÇÃO DA FESTA DA PADROEIRA