COM DÍVIDA DE MAIS DE UM MILHÃO E DUZENTOS MIL, PREFEITURA DE SOLEDADE VAI PARCELAR DÍVIDA PREVIDENCIÁRIA


A Prefeitura Municipal de Soledade publicou na última sexta-feira (04), a Lei nº 755/2017 que trata do reparcelamento da dívida municipal com o seu Regime Próprio de Previdência Social (RPPS), gerido pelo Instituto de Previdência dos Servidores de Soledade.

Com uma dívida de R$ 1.219.229,68 (Hum milhão duzentos e dezenove mil duzentos e vinte e nove reais e sessenta e oito centavos), a Prefeitura pedia no projeto de Lei a autorização dos vereadores para parcelar a dívida que acumula atualmente com o IPSOL em 200 prestações mensais, prometendo pagar com juros e correção de acordo com o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Ampliado). A Prefeitura recolhe mensalmente da folha de pagamento dos funcionários os recursos para manter o fundo, que deveriam ser automaticamente repassados à conta do IPSOL, mas alega que a crise financeira o tem dificultado.

O fundo pensão do município é o caixa que paga aposentadorias de servidores, pensões à viúvas e afastamentos por doenças. Atualmente, estima-se que o IPSOL tem capacidade de recursos na ordem de R$ 15.691.106,09 (Quinze milhões seiscentos e noventa e um mil cento e seis reais e nove centavos), que garantiriam a saúde financeira do instituto para cumprir com suas obrigações.

Por fim, o prefeito autoriza “a vinculação do Fundo de Participação dos Municípios – FPM como garantia de pagamento das prestações acordadas nos termos de reparcelamento”.




Postagens mais visitadas deste blog

TJPB NOTIFICA MUNICÍPIO DE SOLEDADE PARA REGULARIZAR PAGAMENTO DE PRECATÓRIOS

PARÓQUIA DE SANTA ANA DIVULGA PROGRAMAÇÃO DA FESTA DA PADROEIRA